Instalação e Configuração do Ambiente de Desenvolvimento Android

Para tornar possível a criação e publicação do nosso primeiro aplicativo, temos que instalar e configurar nosso ambiente de desenvolvimento.

Nosso ambiente consiste da instalação do Eclipse mais o Plug-in Developer Tools do Android (ADT).

O ADT é simplesmente um Plug-in instalado no Eclipse para o desenvolvimento de aplicativos para Android. O SDK ira disponibilizar ferramentas em nosso ambiente de desenvolvimento como recursos para realizar o desenvolvimento, testes, depuração, debug, emulador e empacotamento dos aplicativos Android.

ADT é Open Source e esta disponível para as principais plataformas de sistema operacional.

Podemos realizar o download do SDK no site Android Developer.Android Bundle

Com o download do SDK teríamos:

Porem como será nossa primeira iteração com Android, é bom apresentar o modo clássico, com o download da IDE Eclipse, mais o ADT e SDK disponibilizados no site do Android Developer.

Eclipse + Android + ADT + SDK

Depois de realizar o download, vamos verificar se o Java esta instalado em nossa maquina, aonde iremos configura nosso ambiente de desenvolvimento.

Windows:

No Console digite java –version, a versão do Java instalada em seu Windows será apresentada no Console.

Linux:

No Terminal digite $java –version, a versão do Java instalada em seu Linux será apresentada no Terminal.

Mac:

Navegue até Preferências do Sistema, clique no ícone do Java. O Painel de Controle do Java será aberto, onde você terá acesso à versão do Java e as suas atualizações. Caso você não encontro o ícone do Java em Preferências do Sistema, é porque ele não esta instalado em seu Mac.

Após verificamos a existência de uma instalação do Java em nossa maquina, vamos executar o Eclipse.

Executar? Mas nem instalamos o Eclipse ainda!

A IDE Eclipse não precisa ser instalado em seu sua maquina. Escolha um local confiável para armazenar o conteúdo extraído do download, depois disso crie um atalho do arquivo executável em lugar de fácil acesso, como área de trabalho por exemplo.

Diretório Eclipse

Execute o Eclipse, ao iniciar você devera indicar ou criar um workspace, vamos criar um workspace em um diretório qualquer, de preferência em um local o qual você lembre depois. Este workspace conterá todas as aplicações desenvolvidas, quando usado/escolhido trabalhar com este workspace. Por isso é importante, saber o local do diretório. Clique em Browser para apontar para sua workspace, em seguida clique em OK.

img04

Aguarde o carregamento do Eclipse.

img05

Após o carregamento, o Eclipse ira iniciar. Esta é a primeira tela a ser apresentada, Welcome.

img06

Feche a aba Welcome, à próxima tela é o nosso ambiente de desenvolvimento para aplicações Java. Devemos agora configura-la para o desenvolvimento de aplicativos para plataforma Android.

Após realizar o download do ADT no site do Android Developer, iremos instalar o Plug-in no Eclipse. No Eclipse, navegue ate o menu Help > Install New Software.

img07

A seguinte tela será apresentada, Available Software.

img08

Aqui conseguimos realizar a instalação de Plug-in na IDE Eclipse.

Clique em Add, agora você terá que apontar para o arquivo Zipado do ADT, o qual você realizou o download no site do Android Developer. Não é preciso descompactar o arquivo, você pode apontar diretamente para o arquivo Zipado. Lembre-se de dar um nome ao nosso Plug-in, neste caso coloquei o nome de ADT. Depois é só clicar em OK.

img09

Esses são os Plug-ins apontados para instalação. Selecione todos e em seguida clique em Next.

img10

Aguarde o carregamento, em breve a seguinte tela será apresentada, Install Details. Em seguida clique em Next.

img11

Na seguinte tela você devera aceitar os termos de licença para instalação dos Plug-ins, Review Licenses. Marque a opção I accept the terms of the license agreements. Em seguida clique em Finish.

img12

Pode ser que durante a instalação, uma mensagem seja apresentada, Security Warning, informando que a Autenticidade e Validade deste software não pode ser estabelecida. Clique em OK, caso isso aconteça.

img12i

Aguarde a instalação dos Plug-ins, em seguida uma mensagem será apresentada solicitando o restart da IDE, clique em Yes.

img13

Após a instalação do Plug-in ADT no Eclipse ser finalizada. Aguarde a IDE ser reiniciada para darmos continuidade a configuração do ambiente de desenvolvimento.

Agora vamos iniciar a instalação da ferramenta SDK. No Eclipse, navega ate o menu Eclipse > Preferencias.

img14

Clique em Browser e navegue ate o pasta do SDK, a qual realizamos o download. Lembrando que devemos apontar para pasta do SDK, ou seja, ela deve estar descompactada. Em seguida clique em Apply, e as versões do Android serão apresentadas.

Como realizamos o download do SDK direto no site Android Developer, ele tem sempre a ultima versão disponível do Android.

img15

Clique em OK e em seguida ja teremos nosso ambiente de desenvolvimento a um passo de estar completamente configurado.

Agora falta a criação do nosso Emulador, para que possamos realizar deploy de nossa aplicação.

No Eclipse, navegue ate o menu img16, Open the Android Virtual Device Manager, em seguida a tela de Emulador sera apresentada, Android Virtual Device Manager.

img17

Repare que não temos nenhum Emulador criado, porem, ao clicar em Device Definitios, teremos acesso a uma lista de Emuladores já configurados, esperando por você.

img18

Selecione a configuração que desejar, no nosso caso selecionamos Galaxy Nexus by Google. Selecione e clique em Create AVD. No seguinte passo temos acesso as configurações do Emulador selecionado. Devemos informar somente a versão do Android do nosso Emulador.

img19

Clique em OK. Pronto, nosso Emulador foi gerado com base nas configurações que selecionamos. Agora para inicia-lo, basta seleciona-lo e clicar em Start.

img20

A tela de Launch Options será apresentada, caso você queira altera a resolução do nosso Emulador. Clique em Launch.

img21

Espere nosso Emulador carregar, isso pode demorar alguns minutos. Dependendo da configuração de sua maquina este tempo pode ser maior e o Emulador poderá travar.

img22i

img23

Depois de alguns minutos nosso emulador esta carregado.

img24

Este foi o Emulador padrão, pre carregado disponível pela nossa instalação. Agora vamos criar nosso Emulador do zero.

No Eclipse, navegue ate o menu img25, Open the Android Virtual Device Manager, em seguida a tela do Emulador sera apresentada, Android Virtual Device Manager.

img27

Verifique se estamos com a aba Android Virtual Devices selecionada

Agora quem ira incluir as informações sobre as configurações do Emulador é você.  Insira um Name para seu novo Emulador, um Device (aparelho), Target (versão do Android), Tamanho do SD Card, por fim clique em OK.

img28

Pronto, nosso Emulador foi gerado com base nas configurações que selecionamos. Caso você insira algum valor incorreto ou a sua configuração não seja valida, a IDE não ira permitir que você crie o Emulador. Segue nossa lista de Emulador.

img29

O Emulador permite simular um dispositivo Android, o qual conseguimos realizar deploy e debuge das nossas aplicações. Sua vantagem é que podemos simular N combinações de dispositivos Android, o que nos ajuda muito, pois hoje contamos com vários dispositivos Android, com varias formas, tamanhos e versões. Porem ficar trabalhando com o Emulador exige um poder maior de processamento de sua maquina.

O que podemos fazer?

A IDE Eclipse, junto ao Plug-in ADT mais os recursos do SDK, permite que você rode sua aplicação direto no seu aparelho Android, conectado via USB em sua maquina.

No Eclipse navegue sobre um projeto existente do Android e clique com o Botão Direito > Run As > Android Application.

img30

A tela de Android Device Chooser será apresentada, listando ao dispositivos validos conectados a sua maquina.

img31

Caso não apareça nenhum dispositivo, certifique-se o mesmo esta corretamente conectado a sua maquina via USB. Verifique também se seu dispositivo esta configurado para aceitar Depuração USB. Para verificar, no seu dispositivo, navegue ate o ícone Configurações > Desenvolvimento, marque a opção Depuração USB. A habilitação da Depuração USB varia de acordo com a versão do Android de cada dispositivo.

Alem dessas configurações é necessário instalar o Driver do Fabricante do dispositivo em sua maquina, o Driver OEM.

Bom, com isso chegamos ao fim de mais um post, esperamos ter ajudado em apresentar alguns conhecimentos sobre Android neste post.

André Luiz

Links úteis para curiosidades, informações, downloads e muito mais:

Eclipse: http://www.eclipse.org/downloads/

SDK e ADT: http://developer.android.com/sdk/

Pagina direta SDK: http://developer.android.com/sdk/index

Pagina Direta ADT: http://developer.android.com/tools/sdk/eclipse-adt.html

Java JDK: http://www.oracle.com/technetwork/pt/java/javase/downloads/

Linux: http://pt.wikipedia.org/wiki/Linux

Open Source: http://opensource.org/

Driver OEM: http://developer.android.com/tools/extras/oem-usb.html

Android Developer: http://developer.android.com/

Segue link para Driver OEM:

HTC: http://www.htc.com

Lenovo: http://developer.lenovomm.com/developer/download.jsp

LGE: http://www.lg.com/us/mobile-phones/mobile-support/mobile-lg-mobile-phone-support.jsp

Motorola: http://developer.motorola.com/docstools/USB_Drivers/

Samsung: http://www.samsung.com/us/support/downloads

Sony Mobile: http://developer.sonymobile.com/downloads/drivers/

Toshiba: http://support.toshiba.com/sscontent?docId=4001814

ZTE: http://support.zte.com.cn/support/news/NewsDetail.aspx?newsId=1000442

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s